O banco de horas na atual lei trabalhista

Dra. Fabíola Marques
Advogada e especialista em Direito do Trabalho

Se antes não tinha legislação própria, após a reforma trabalhista o termo “banco de horas” passou a ter uma regulamentação descrita no parágrafo 2º do artigo 59 da CLT.

A Dra. Fabíola Marques explica como o gestor irá, juntamente com o empregado, registrar o histórico de horas trabalhadas e como deverá ser feita a compensação dessas horas, de acordo com a carga de horas semanais. Confira as recomendações da especialista e garanta segurança e precisão no gerenciamento de horas de sua equipe.

Veja outros vídeos deste tema:
· A Reforma Trabalhista e as mudanças na jornada do trabalho
· As férias na atual lei trabalhista
· O dano extrapatrimonial na atual lei trabalhista
· A terceirização na nova lei trabalhista
· A rescisão do contrato de trabalho da nova lei trabalhista

Veja também outros temas sobre Gestão Administrativa:
· Crescimento Sustentável
· Escola Digital
· Matrículas & Rematrículas
· Bullying & Cyberbullying

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *